Tag Archives: Arco Iris

Histórias do Carnaval de Valinhos – 1990!

25 jan

Olá!

O ano? 1990! E o que tem demais nesse ano? Foi o ano com o maior número de agremiações disputando o Carnaval: 5!

Nesse ano tivemos o primeiro (e único) desfile da Escola de Samba Mocidade Independente da Zona Leste, que antes tinha desfilado como Bloco das Penosas!

Além da Mocidade, tivemos o Desfile do Canto da Vila (que defendia o título) (Se não me falha a memória, foi o último ano que o Pessoal do Bom Retiro desfilou com esse nome), Leão da Vila (que não vencia desde 1992 e se ganhasse levaria o troféu de posse transitória, descrito em outro texto), Cai Cai (que queria muito reprisar 1986) e Arco Íris, que voltava a desfilar após o título de 1987.

Não lembro de detalhes de todas as escolas, só lembro o Resultado final e o Enredo de Duas Escolas. A Mocidade veio falando da Bahia, contando a história dos pontos turísticos de Salvador, cantou Carmem Miranda, cantou o Elevador Lacerda, cantou o Mercado Modelo. Mas não foi suficiente para convencer os Jurados, acabou ficando em Quarto Lugar.

E lembro do Enredo da Escola de Samba Arco Íris, que com o Enredo “A Magia das Cores” conquistou o segundo titulo, contando o poder das cores na natureza, flores, frutos, e com a mensagem central de paz, pois todas as cores passando pelo prisma se recompõe no Branco da Paz.

Leão da Vila e Cai Cai ficaram empatados em Segundo Lugar. Se não me falha a memória o Leão da Vila veio falando sobre Monteiro Lobato. Não lembro exatamente em que ano isso aconteceu, se foi no título da Arco Íris, ou se foi no título da Canto da Vila que eles cantaram Monteiro Lobato.., enfim.

Resultado Final de 1990:

Arco Íris – Campeã

Cai Cai e Leão da Vila – Vice Campeões

Mocidade – Quarto Lugar

Canto da Vila – Quinto Lugar

DSC02380 DSC02381No Carnaval de 2011, o carro alegórico acima veio representando os títulos de 1987 e 1990

 

Jornada Mundial da Juventude e Carnaval. É possível?

22 jul

Sim, é possível! Ou melhor, foi possível!

Na noite de quinta-feira (18/07/2013) tive o prazer de vivenciar uma coisa que eu não tinha ideia do tamanho!

Eu e parte da família Arco Íris fizemos uma apresentação de sambas enredo no CACC, para o pessoal que participava da jornada mundial da juventude!

Pra mim foram mais 30 minutos de bateria, mas depois fiquei pensando: será que essa meninada que saiu da Espanha e veio até Valinhos, teria outra oportunidade de sentir o toque de um repique, de um surdo, de um tamborim, de uma caixa ou de um Cavaco? O que será que nós representamos para esses jovens?

Porque em determinado momento, ao ritmo do samba enredo da Mangueira que diz:

“Vem festejar… na palma da mão!
Eu sou o samba, a voz do povo!
Não dá pra conter tamanha emoção!
Cacique e Mangueira num só coração!”

E todo mundo começou a bater Palma e caiu no Carnaval, cantou, dançou, fez trenzinho e se divertiu, eu pensei: QUE SHOW

Porque se o futebol é o esporte que representa o Brasil, o Samba e o Carnaval representam nossa música! Ele mostra alegria, ele mostra um ritmo contagiante, que eu e minha família aprendemos a amar desde pequeno, mas por ser o som do Morro, a música dos negros, passou a ser tão discriminado pelos que se fazem ricos e superiores!

Pois bem, os espanhóis que vieram conhecer o Brasil, rezar, festejar e ver o papa, fizeram a festa e chamaram os brasileiros para se divertir! No final foi uma grande festa e mais uma vez fico contente por ter participado disso!

Por fim, deixo meu obrigado a família Arco Íris por, mais uma vez, ter me dado a honra de tocar ao lado de vocês! Obrigado a todos, vocês são pessoas que jamais deixarão o meu coração!

Obrigado família Arco Íris!

 

%d blogueiros gostam disto: