Arquivo | Handebol RSS feed for this section

Valinhense Alexandre Cremasco é Campeão Mundial de Handebol em Cadeira de Rodas!

4 out

Olá!

Valinhos tem um Campeão Mundial! Alexandre Cremasco esteve em Curitiba entre os dias 22 e 28 de Setemnbro para a disputa do 1º Campeonato Mundial de Handebol em Cadeira de Rodas. As últimas partidas foram disputadas na tarde do último sábado (28). Todos os jogos da competição aconteceram no Ginásio do Tarumã. O evento também foi importante para que a Federação Internacional deste esporte fosse criada.

O Mundial recebeu seis seleções: Brasil, Argentina, Austrália, Bolívia, Chile e Colômbia. Eram seis também as categorias disputadas (4 feminino, 4 masculino, 4 mistas, 7, 7A e 7B). O Brasil foi campeão em todas as modalidades.

A primeira edição do Campeonato Mundial de Handebol em Cadeira de Rodas foi muito importante para o esporte. Além do salto técnico, a modalidade agora ganha mais organização e credibilidade. Durante o evento foi criada a Federação Internacional de Handebol em Cadeira de Rodas.

O primeiro presidente da federeação é Décio Calegari, coordenador de Paradesportos da Secretaria de Esportes do estado do Paraná (SEES). “A Federação vai facilitar a organização de mais competições oficiais e Mundiais. Inclusive no Japão, país que vai sediar as Paralimpíadas de 2020 em Tóquio”, destacou Calegari. “Vamos trabalhar para que até lá o Handebol em Cadeira de Rodas se torne uma modalidade paralímpica”, finalizou.

Eu dei uma “bisbilhotada” no facebook do Alexandre e pude sentir a alegria dele com o campeonato. Então, ao invés de eu mesmo tentar escrever mais alguma coisa, vou reproduzir as palavras dele aqui:

“ – Bom dia amigos ! Como é bom acordar depois de um dia fantástico quando eu tive oportunidade de me sagrar campeão mundial de handebol em cadeira de rodas em 3 categorias diferentes… Sei e tenho consciência que foi um feito histórico e que ninguém nunca vai riscar da história do hcr (Handebol de Cadeira de Rodas)… Mas sei também que tudo isso que me aconteceu e está acontecendo não seria possível eu conquistar sozinho! Portanto hoje quero fazer alguns agradecimentos!

Em primeiro lugar quero agradecer a técnica Mariane Borges por ter sido quem mais apostou em mim e com quem eu aprendi demais! Como se esquecer dos meus amigos inseparáveis né? : Bruno, Emerson, Anderson, Adriano! Cara, vocês como jogadores são ótimos demais mesmo, mas como amigos vocês são espetaculares! Quero agradecer a cada jogador e amigo que estiveram comigo nesse mundial, a meus técnicos pela paciência que tiveram comigo em especial ao treinador Damião Junior que mostrou seu valor conduzindo a seleção hcr 4B a uma conquista grandiosa numa campanha espetacular ganhando todos os jogos sem perder nenhum set… Contra fatos não ha argumentos: Você está entre os grande treinadores de hcr do mundo! Parabéns Jr! Samir obrigado pela moral, irmão! Você que está sempre me dando força… Enfim família e amigos obrigado por torcerem por mim! Amo vocês demais!”

Anúncios

Começaram os Jogos Regionais 2013!

4 jul

Olá!

Começa essa semana os 57º Jogos Regionais da Quarta Região do Estado de São Paulo – Itatiba 2013! Os Jogos começaram ontem com competições de Ciclismo e Ginástica Rítmica, mas a abertura oficial dos Jogos será nesta sexta-feira, as 19:00hs!

Eu adorei os Jogos Regionais! Entre 1990 e 1996, a minha vida girava em torno dos Jogos Regionais. Não só minha, mas muito dos meus amigos respiravam a hora de chegar Julho e ir competir nos Jogos. Era a oportunidade de conhecer uma cidade nova, de dormir fora de casa, de dar risada, de conhecer gente nova, mas antes de qualquer coisa, de colocar o Uniforme da Cidade de Valinhos e ir lá, representar as cores da cidade.

E como da saudade daquela época. Minha esposa, a Elaine Tonon, também disputava. Foi medalhista no revezamento 4 x 400 em Itapira, 1990. Ai em 1991 foi a campanha para as cidades da Região escolherem Valinhos. Nem deu pra prestar muita atenção  nos Jogos, Lembro da comitiva da Prefeitura chegando em 2 Ônibus lotados, para participar do Congresso Técnico que elegeu Valinhos como cidade Sede para 1992! Foi uma festa no alojamento, lembro que ao meu lado estava o Digão (Rodrigo Antoniolli), o Juninho (Alcides Serafim) e o Biano (Luis Fabian) e a gente vibrou bastante.

Em 1992 a cidade parou! O time de basquete feminino de Campinas era a Ponte Preta, contava com Paula e Hortência! Show atrás de show e as meninas iam colecionando vitórias por placares astronômicos, 120, 130 pontos a 04… a 10. Era muita cesta!

Naquela época não existia Primeira e Segunda Divisão. Assim como não existia Sub 21 e livre. Era todo mundo contra todo mundo. Nos Jogos de 1992, eu só fiz uma prova do Atletismo, mas em 1993 eu migrei para Handebol e lembro até hoje do Pavilhão Industrial lotado, esperando o Jogo de Valinhos x Itatiba. Itatiba tinha um timaço, disputava a segunda divisão do Paulista. Tinha terminado 1992 em quinto lugar (Isso é, atrás das Potências Jundiaí, Americana, São João da Boa Vista e São José do Rio Pardo)! E o nosso time era novo, treinávamos a 6 meses, com uma seleção que foi escolhida pós Copa Valinhos, selecionando alguns atletas das equipes da Strutura Academia, Country Club e Descescada  (minha equipe). O técnico de Valinhos foi contratado de Americana (hoje melhor árbitro do Brasil, tendo apitado em Jogos Olímpicos e Mundiais) Rogério Aparecido Pinto. A gente fazia treinos das 11 da noite até 01 da manhã, depois que o pessoal saia do colégio. E detalhe, tinha treino que contava com 30 pessoas. Teve uma quinta-feira com 42 pessoas indo treinar… 01 da manhã e 42 pessoas saindo do treino. Absurdo!

Aí veio a época da convocação, cerca de 20 atletas pré selecionados e só 14 iriam compor a lista final! Alguns nomes seriam certeza: Chico no Gol, Fernando Dias, Juninho, PT (Atual diretor de Esportes), Digão Antoniolli, Davi Fernandes, Alex Danin. Tinham 7 vagas e 2 seriam goleiros, 1 pivô… lista reduzida para 4 nomes. E no final, meu nome estava entre os 14. Eu, Pablo Siqueira, Silvio Nascimento, Marcio Orsi, Douglas “Palhuca” e Cristiano Douglas convocados e, me desculpe, não consigo lembrar quem foi o último faltante, mas creio que era o Vandinho. Raul Pinto foi nosso auxiliar Técnico. E fomos para o Jogo contra Itatiba. Eu nunca vou me esquecer desse dia. Mesmo tendo ficado de fora do jogo contra Itatiba (só 12 podiam ter o nome na súmula) foi um jogo pau a pau.No final, perdemos por 2 gols de diferença, mas a torcida vibrou os 60 minutos do jogo. Foi lindo, sensação única. Foi a minha final de Copa das Confederações. Depois, no dia seguinte Jogamos Contra Jundiaí, atuais campeões dos Jogos, campeão da segunda divisão. O goleiro deles era o Aranha, já tinha jogado na seleção. E eu fiz um gol no Aranha! Pavilhão inteiro gritando: Tonão! Tonão! Foi o último gol do nosso time, perdemos por goleada: 42 x 15… mas e daí? Eu vibrei, fiquei conhecido. Dei autógrafo para um garotinho.  Essa sensação foi linda, nunca vou me esquecer disso. Coisas que só o esporte pode proporcionar.

Portanto, você, que vai representar nossa cidade, sinta-se abraçado! Quero que você tenha bons fluídos, que possa fazer uma campanha maravilhosa. O Resultado? Pouco importante, contanto que você retorne Feliz para casa, com a sensação de dever cumprido, é isso que importa. Vali lá Valinhos! FORÇA, GARRA, UNIÃO, VALINHOS!

Mococa, 1999

14 de Dezembro de 2011… o dia do Ibirapueraço!!!

15 dez

Oi…

Eu estou realmente triste hoje… mesmo sabendo que não deveria estar, mesmo sabendo que existem coisas mais importantes… hoje eu estou triste.

Eu vejo pessoas como Juca Kfouri, José Trajano, Marcio Guedes, Paulo Vinicius Coelho, entre outros tantos, falarem do fatídico 16/07/1950, o Maracanaço… ontem, um público muito bom (talvez umas 6.000 ou 7.000 pessoas) tiveram seu momento de Maracanaço… o nosso Ibirapueraço. E eu estava lá!

O Brasil entrou em quadra frente a Espanha com uma campanha memorável… vitória sobre a vice campeã mundial França, de maneira arrasadora… Vitória sobre a toda poderosa Hungria… vitória na estréia contra nossas rivais das Américas, as Cubanas… Passamos sem sustos pelo Japão e fizemos um jogo emocionante contra as Tunisianas, com gol de goleira no último segundo, ganrantindo a vitória! 100% na primeira fase!

Pegamos então a Costa do Marfim nas oitavas e a maior diferença de gols dessa rodada. Quem diria. O Brasil, país que até 12 anos atrás vencia seu primeiro Pan Americano, país que em edições passadas de Mundiais, rezava para cair em uma chave com equipes de último escalão e não disputar as últimas posições, era naquele momento, junto com a Dinamarca, a única equipe invicta… se bem que a Dinamarca empatou em tempo normal com o Japão, nas Oitavas… E a Russia tinha sido eliminada horas antes pela França, também nas quartas.

Um coro de vozes cantava o final do Hino Nacional, quando o volume do mesmo é baixado e nós terminamos o ENTRE OUTRAS MIL ÉS TU BRASIL, Ó PATRIA AMADA! DOS FILHOS DESTE SÓLO, ÉS MÃE GENTIL, PÁTRIA AMADA BRASIL!

E as borboletas voaram no estomago de nossas atletas no começo do jogo, com a Espanha abrindo 6 x 1 em 5 minutos… Eis que chega uma mensagem no meu facebook, era o Thiagão falando: Será?

Em 4 minutos eu respondo: Vai ser!!! Empatamos, 7 x 7!!!

E daquele 7 x 7 pra frente, o Brasil esteve na frente por 3 vezes, empatado outras tantas e a Espanha também abriu 1 ou 2 gols durante o jogo.

Faltando 2 minutos, Brasil empata: 26 x 26… Nesse momento eu olhei para o meu amigo Roberto, que quase tinha um ataque do coração ao meu lado e disse: Daqui a gente vai direto para o hospital né? Parada cardíaca nos véinhos, é isso?

Porém, num momento de infelicidade, a equipe Espanhola arma o contra ataque e o Brasil perde a Fernanda, por 2 minutos. Tragédia ??? Ataque Espanhol… e elas perdem o ataque!!!

Olho pro relógio, 59:12… bola nossa, placar 26 x 26… Brasil com 5 jogadoras… é fazer o tempo passar e arremessar no final… mas quando o placar está 59:35 o árbitro já ergue a mão de passivo… e a Ana Paula, preocupada em não tomar passivo perde a bola, armando o contra ataque da Espanha.

Desesperada, a Ana Paula faz uma falta feia na Espanhola, que consegue fazer o gol e o Brasil toma mais uma exclusão de 2 minutos. Complicado com 6? Imagina com 4? 15 segundos e o Brasil precisando fazer 1 gol para empatar… e não deu.

Mas perai? Não deu mesmo? 7.000 pessoas no Ibirapuera aplaudindo em pé as meninas depois do jogo. Os visitantes Noruegueses não tiraram o pé da quadra depois do jogo deles… Eles estavam lá pra ver a Espanha? Não, ficaram pra ver o Brasil, que poderia ser o próximo confronto.

Hoje, quantas pessoas conhecem a Chana, Babi, Alexandra, Duda Amorim, Deonise? Quantas pessoas sabiam do Mundial de Handebol no dia 02 de Dezembro e quantas pessoas sabem hoje?

É difícil digerir a derrota pra Espanha, em casa, por 1 gol. Mas elas conseguiram muito!!! Um esporte desconhecido, um esporte que muitos falam não ter graça nenhuma, mostrou que pode ser tão emocionante quanto o Volei, quanto o Basquete, até quanto o futebol!

Essas meninas colocaram o Handebol no mapa do Brasileiro. E colocaram o Brasil como um país grande.

Tenho certeza que ano que vem, durante as olimpíadas de Londres, vai ter gente procurando os jogos de Handebol pra assistir. E a gente vai fazer bonito lá em Londres, igual fizemos nesse Mundial.

E se você pensa que acabou, acabou nada!!! Nessa Sexta-feira o Brasil enfrenta a Croacia, em busca de sua melhor classificação em Mundiais. Se ganharamos, já será a melhor classificação. E poderemos no Domingo, fazer uma decisão de quinto lugar contra a poderosa Russia, tri campeã mundial.

Pouco??? A Alemanha, país tradicional do handebol, ficou em décimo sétimo…

Obrigado meninas, vocês nos encheram de orgulho!

BRasil 26 x 27 Espanha

 

Definidos os adversários do Brasil no Mundial Masculino 2011

9 jul

Hoje sortearam os grupos do 22º Mundial de Handebol masculino, que será realizado na Suécia de 13 a 30 de janeiro de 2011.

Para o sorteio dos grupos da primeira fase, as seleção são divididas em seis  ‘potes’, conforme a forma que se classificou para o Mundial, ficando no mesmo ‘pote’ as seleções teoricamente de mesma força. Cada grupo da primeira fase, recebe uma seleção de cada pote.

Fotos dos potes para sorteio:

Pote 1 Pote 2 Pote 3
  • Chile
    (3ª da América)
  • Bahrain
    (2ª da Ásia)
  • Japan
    (3ª da Ásia)
  • Australia
    (Campeã da Oceania)
  • Egypt
    (2ª da África)
  • Argentina
    (Campeã da América)
  • Algeria
    (3ª da África)
  • Brazil
    (2ª da América)
  • Hungary
    (Euro playoff)
  • Tunisia
    (Campeã da África)
  • Romania
    (Euro playoff)
  • Slovakia
    (Euro playoff)
Pote 4 Pote 5 Pote 6
  • Serbia
    (Euro playoff)
  • Austria
    (Euro playoff)
  • Germany
    (Euro playoff)
  • South Korea
    (Campeã da Ásia)
  • France
    (Atual Campeã)
  • Croatia
    (2ª do Europeu)
  • Iceland
    (3ª do Europeu)
  • Poland
    (4ª do Europeu)
  • Denmark
    (Euro playoff)
  • Spain
    (Euro playoff)
  • Sweden
    (País sede)
  • Norway
    (Euro playoff)

Sorteando as seleções de cada um dos potes, os grupos ficaram assim:

Grupo A (Sede Kristianstad/Lund):
França, Espanha, Alemanhã, Tunísia, Egito e Bahrein.

Grupo B (Sede Linköping/Norrköping):
Islândia, Noruega, Áustria, Hungria, BRASIL e Japão.

Grupo C (Sede Malmö/Lund):
Croácia, Dinamarca, Sérvia, Romênia, Argélia e Austrália.

Grupo D (Sede Gothenburg):
Polônia, Suécia, Coreia, Eslovaquia, Argentina e Chile.

Numa breve análise, começaram a chamar o Grupo A de Grupo da Morte.

Nós (Brasil)  teremos jogos muito difíceis com Islândia, Noruega e Hungria, temos que dar o sangue para vencer a Áustria e ‘obrigação‘ de vencer o Japão.

O jogo de abertura será da Suécia contra o Chile, em 13 de janeiro de 2011.

Datas dos jogos do Brasil:

14/1 – Áustria x Brasil (Local: Norrköping).
15/1 – Brasil x Islândia (Local: Norrköping).
17/1 – Hungria x Brasil (Local: LInköping).
18/1 – Noruega x Brasil (Local: LInköping).
20/1 – Brasil x Japão (Local: LInköping).

Fonte: Portal do handebol

%d blogueiros gostam disto: